orthopedic pain management

O princípio cosmológico

Física: Conceito e história — By on setembro 3, 2011 at 14:47

Nos últimos cem anos, a cosmologia obteve diversos e significativos avanços em direção a tentar compreender melhor a evolução do nosso universo. Nesse contexto, os avanços teóricos foram muito maiores do que os avançoes experimentais. Um dos motivos é que, para estudar os momentos iniciais de evolução do universo, uma quantidade enorme de energia é necessária para reproduzir os cenários imediatamente após o Big Bang. A quantidade de energia disponível hoje para ser usada em um acelerador de partículas é imensamente menor do que a necessária. Desse modo, tendo a relatividade geral provado sua importância como ferramenta a ser usada, é óbvio que a física teórica pôde avançar muito além dos experimentos. Entretanto, muitos modelos físicos ainda precisam da validação ou reprovação, e isso apenas se faz com métodos experimentais.

Devido a imensidão do nosso universo observável, é natural que, em cosmologia, se façam algumas hipotéses e aproximações. Assim, uma hispótese importante é de que, em grandes escalas de distância, nosso universo é isotrópico e homogêneo. Por isotrópico entende-se que as características do universo são independentes da direção de observação escolhida. Já homogêneo quer dizer que a distribuição de matéria se dá, em grande escala, aproximadamente uniforme. A principal aproximação é de que a relatividade geral, provada com sucesso em escalas astrofísicas, seja também válida em escalas cosmológicas. Essa hipótese e a aproximação formam o chamado Princípio Cosmológico, algo muito importante para a construção do modelo cosmológico padrão atual.

Como já dito, experimentos para compreender nosso universo primordial, como é chamado o universo imediatamente após o Big Bang, são atualmente incapazes de serem realizados. Entretanto, medidas indiretas são possíveis de serem feitas a fim de verificar a validade de uma certa teoria ou parte dela. Essas medidas são de grande importância para a cosmologia atual. De fato, atualmente muitos sistemas de detecção direta de sinais chamados de relíquias, do universo primordial, não são sensíveis o suficiente para captar dados, sendo que a maioria dos dados obtidos dessa época do universo é feita de forma indireta.

Essa foi uma pequena abordagem feita sobre o universo primordial. Nos próximos textos vamos tentar abordar algumas características particulares desse passado remoto que pode e com certeza nós dará no futuro informações suficientes para podermos ter uma teoria que explique de forma clara os primeiros momentos de evolução do nosso universo.

Tags: , , ,

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment