orthopedic pain management

Paranormal

Si Belle, La Science — By on abril 9, 2012 at 11:15

No artigo anterior, começamos uma discussão sobre OVNIs e ETs. Neste vamos falar sobre um assunto tão polêmico quanto a vida fora da Terra ou vida extraterrestre: a paranormalidade. Mas o que isso tem a ver com OVNIs? Nada?

Vamos começar com a definição do que é paranormalidade.

Paranormalidade não tem nada de mediúnico ou espiritual, é simplesmente um fato ou fenômeno que não pode ser explicado cientificamente.

Já a expressão PES (Percepção Extra Sensorial) foi um termo criado por Rhine, em 1934, para categorizar a capacidade que algumas pessoas têm de obter informações de acontecimentos (passados, presentes ou futuros) através de objetos ou de alguma influência externa (mental, psíquica ou física) e essas informações não passam pelos nossos canais sensoriais conhecidos (cinco sentidos).

As pessoas que têm PES possuem a capacidade de interagir com o meio ambiente ou mover objetos sem utilizar os cinco sentidos. É possível que todos nós possuamos certo grau de paranormalidade, mas isso é outra história que nem a ciência explica.

Os fenômenos paranormais conhecidos são: telecinese, telepatia, clarividência, precognição e psicocinese. Esses fenômenos são facilmente confundidos com mediunidade. E não é porque a ciência não explicou até agora, que tem a ver com espíritos ou ETs. Então vamos entender um pouquinho cada uma delas:

  • Telecinese: É quando movemos objetos com a “força da mente” (Já assistiram ao filme Carrie: a estranha ?);
  • Telepatia: É uma comunicação direta de uma mente a outra;
  • Clarividência: Quando simplesmente obtemos informação de acontecimentos com um simples toque de um lugar ou um objeto relacionado àquele acontecimento;
  • Precognição: É uma PES relacionada a um acontecimento futuro ou mais conhecido como premonição;
  • Psicocinese: A pessoa que possui psicocinese pode tanto mover objetos, como ter o dom da telepatia e até dominar a mente do outro.

A nossa mente é um universo, um universo cujo limite (cérebro) nós conhecemos, mas de cujo funcionamento ainda sabemos muito pouco. Por isso muitas vezes, buscamos explicações além dele.

O nosso cérebro é tão difícil de compreender quanto o Universo e é aí que entra o ceticismo. Mas, se ainda não compreendemos, não podemos dizer que seja algo sobrenatural ou espiritual, simplesmente desconhecemos até o momento. Paranormalidade não é ciência, tampouco uma crença ou fé, mas, então, onde se enquadra?

Talvez, aprofundando o conhecimento de nosso cérebro, um dia obteremos a resposta. Já os ETs, bem, vai ser um pouco mais complicado…

Tags: , , , , , ,

2 Comments

  1. Olá, gostei do texto, bem explicativo, parabéns!
    Não entendi a diferença entre “Telecinese” e “Psicocinese”. Não parece ser a mesma coisa? De fato eu nunca presenciei alguém com tais capacidades, mas tenho muita curiosidade de um dia poder ver pessoalmente.

    [Responder]

  2. Cibele disse:

    😛 É mesmo, no texto está definido igual, vou pedir pra arrumar, desculpe-me. Mas, na telecinese movemos os objetos com a mente, já na psicocinese é mais abrangente,a pessoa tem o poder de dominar a mente do outro também além de mover objetos e a telepatia. Vou mandar um e mail pro Gustavo pedindo que corrija. Mas, realmente é muito legal isso, também nunca conheci ninguém que tivesse alguns desses poderes, mas, ouvi falar, que nos EUA, tem um centro especializado nisso. Obrigada Jonas

    [Responder]

Leave a Comment