Star Destroyer

Apresentação

O Destróier Estelar (Star Destroyer) habita a imaginação de todo fã da saga Star Wars.

Sua aparição inicial, em 1977, na abertura do filme Star Wars (Guerra nas Estrelas), posteriormente renomeado para A New Hope (Uma Nova Esperança), foi um marco na história do cinema e da ficção científica como um todo.

Apesar da enorme variedade de naves apresentadas ao longo da saga, tanto nos filmes quanto em livros, revistas, jogos, etc, o Destróier Estelar continua sendo uma referência de fácil identificação para este Universo fabuloso em histórias.

Mais que uma nave específica, a denominação Destróier Estelar abrange toda uma família de naves, tendo sua origem nas fragatas transportadoras de tropas da classe Acclamator-I e Acclamator-II. O ápice do desenvolvimento destas formidáveis naves de batalha ocorreu com a construção dos Super-Destróiers Estelares (Super Star Destroyer – SSD), também conhecidos como Encouraçado Estelar Imperial (Imperial Star Dreadnought – ISD).

Abaixo encontra-se um resumo dos principais tipos de naves desta honorável família.

Fragata classe Acclamator

  • Universo: Star Wars
  • Afiliação: República (pré-império)
  • Tipo:  Transportador de Tropas e Naves
  • Classe: Aclamator
  • Comprimento: 752 metros
  • Início da Construção: 32 BBY1
  • Tripulação: 700 indivíduos
  • Complemento: 320 speeder-bikes; 80 canhoneiras de desembarque de tropas; 48 andadores AT-TE; 36 andadores SPHA; 16.000 soldados e pessoal de apoio; 156 caças na versão de transporte de naves.
  • Armamento: 4 lançadores de torpedos pesados; 24 canhões laser de defesa de ponto; 12 quad-torres turbolaser;
  • Defesa: Escudos defletores

 

Cruzador de Ataque classe Venator

  • Universo: Star Wars
  • Afiliação: República (pré-império)
  • Tipo: Cruzador
  • Classe: Venator
  • Comprimento: 1.137 metros
  • Início da Construção: ~28 BBY1
  • Tripulação: 7.400 indivíduos
  • Complemento: 40 canhoneiras de desembarque de tropas; 24 andadores diversos; 2.000 soldados e pessoal de apoio; 192 caças
  • Armamento: 8 torres duplas de turbolasers pesados; 2 canhões turbolaser duplos; 52 canhões laser de defesa de ponto; 4 lançadores pesados de torpedos de prótons
  • Defesa: Escudos defletores

Star Destroyer classe Victory

  • Universo: Star Wars
  • Afiliação: República (pré-império)
  • Tipo: Cruzador
  • Classe: Victory
  • Comprimento: 900 metros
  • Início da Construção: 20 BBY1
  • Tripulação: 5.200 indivíduos
  • Complemento:  2 esquadrões TIE; 4 naves de transporte classe Lambda; 6 naves de desembarque; 10 andadores AT-AT; 15 andadores AT-ST; 2.040 soldados
  • Armamento: 10 torres quádruplas de turbolasers; 40 torres duplas de turbolasers; 80 lançadores de mísseis de concussão
  • Defesa: Escudos defletores

Star Destroyer classe Imperial

  • Universo: Star Wars
  • Afiliação: República (pré-império)
  • Tipo: Cruzador
  • Classe: Imperial
  • Comprimento: 1.600 metros
  • Início da Construção: 19 BBY1
  • Tripulação: 36.000 indivíduos
  • Complemento: 48 caças TIE; 12 bombardeiros TIE; 12 veículos de abordagem TIE; 8 naves de transporte classe Lambda; 15 transportadores de stormtroopers classe Delta; 5 canhoneiras de assalto; 20 andadores AT-AT; 30 andadores AT-ST; 9.700 soldados
  • Armamento: 6 torres duplas de turbolasers pesados; 2 torres duplas de canhões de íons pesados; 2 torres quádruplas de turbolasers pesados; 3 torres triplas de turbolasers médios; 2 torres de turbolasers médios; 60 turbolasers pesados; 60 canhões de íons
  • Defesa: Escudos defletores

Star Destroyer classe Imperial II

  • Universo: Star Wars
  • Afiliação: República (pré-império)
  • Tipo: Cruzador
  • Classe: Imperial II
  • Comprimento: 1.600 metros
  • Início da Construção: 19 BBY1
  • Tripulação: 37.000 indivíduos
  • Complemento: 48 caças TIE; 12 bombardeiros TIE; 12 veículos de abordagem TIE; 8 naves de transporte classe Lambda; 15 transportadores de stormtroopers classe Delta; 5 canhoneiras de assalto; 20 andadores AT-AT; 20 andadores AT-ST; 9.700 soldados
  • Armamento: 8 torres óctuplas de turbolasers / canhões de íons; 5 baterias de turbolasers pesados; 31 baterias de turbolasers; 20 canhões de íons pesados
  • Defesa: Escudos defletores


Glossário

1        BBY – sigla para Before Battle of Yavin (Antes da Batalha de Yavin).

 

Imagens:
 

NCC-1701 Enterprise

Apresentação 

De todas as naves espaciais já concebidas pela ficção científica, a mais famosa e uma das mais cobiçadas é a USS Enterprise. 

Apresentada inicialmente na série Star Trek (Jornada nas Estrelas), que foi ao ar nos Estados Unidos em 1965, antes da chegada do homem à Lua. 

A sigla USS significa United Stars Ship (Nave das Estrelas Unidas), mas é também uma referência à sigla utilizada atualmente pela Marinha dos Estados Unidos, com o significado de United States Ship. 

O nome Enterprise foi ostentado por diversas naves, como pode ser visto na galeria de imagens, no final deste artigo. 

Em 2009 foi introduzida uma nova Enterprise, concebida no que seria um Universo ou Realidade Alternativa. Visualmente diferente da Enterprise original, possui uma linha temporal diversa, onde o jovem James T. Kirk acaba comandando a nave antes mesmo de concluir seu curso na Academia da Frota Estelar.  

Descrição 

  • Universo:  Star Trek
  • Afiliação: Federação dos Planetas Unidos
  • Tipo: Cruzador
  • Classe: Constitution (Constituição)
  • Local de Construção: Estaleiro Orbital de San Francisco
  • Início da Construção: 2243
  • Concluída em: 2245
  • Comissionada em: 2245
  • Registro: NCC-1701
  • Tripulação: 430 indivíduos
  • Velocidade Máxima: Dobra 5 (Dobra 7 por curtíssimos períodos)
  • Complemento: 4 naves auxiliares
  • Armamento: Torpedos Fotônicos e Baterias Phaser
  • Defesa: Escudos defletores
  • Propulsão:  Motores de impulso (sub-lux) e Motores de dobra (trans-lux)

Histórico 

Seu primeiro comandante foi o Capitão Robert April, seguido do Capitão Christopher Pike e do Capitão James Tiberius Kirk. 

A nave ganhou fama sob o comando do Capitão Kirk, durante seu período de 5 anos de exploração, que se estendeu de 2264 a 2269. 

Foi sob seu comando que a Federação dos Planetas Unidos encontrou os romulanos pela primeira vez desde a guerra Romulus-Terra. 

Até então, todos os contatos com esta raça haviam sido feitos por meio de transmissões de rádio, de modo que não se tinha conhecimento da aparência dos seres desta raça. Foi com surpresa que descobriram se tratar de descendentes da raça vulcana. 

Ainda sob o comando do Capitão Kirk, enfrentou a máquina robótica Planet Killer (Matador de Planetas) e viajaram ao passado, indo parar sobre a Terra durante meados do século 20, dentre diversas outras situações. 

Em 2270 a nave foi submetida a um amplo programa de atualização, inclusive com a substituição das naceles de dobra, do disco defletor de navegação e de toda a ponte de comando. Sob o comando do Capitão William Decker, enfrentou a entidade V’Ger, o que resultou na perda de seu comandante. O então Almirante Kirk se viu forçado a reassumir o comando. 

Em 2285, sob o comando do Capitão Spock, a Enterprise foi ordenada a investigar uma situação de emergência em Regula 1. Ali foi atacada pelo renegado Khan e sofreu pesadas avarias durante o confronto. O Almirante Kirk, a bordo da nave para avaliação da tripulação em treinamento, voltou a assumir o comando de modo a resolver o embate. 

Destruída em 2286 durante uma batalha contra uma nave de rapina klingon em órbita do planeta Gênesis. Outra nave da classe Constituion, que acabara de passar pelo programa de atualização, foi rebatizada com o nome Enterprise e ganhou a designação NCC-1701-A. Há controvérsia quanto a qual nave foi rebatizada, se foi a NCC-1717 Yorktown ou a NCC-1798 Ti-Ho.  

Glossário 

  1. Dobra (Warp, no original): unidade de medida de velocidade. Sua fórmula é v = W3.c, onde v é a velocidade final, W é o indicador de Warp e c é a velocidade da luz. Assim, Warp 1 é a velocidade da luz, Warp 2 (23) equivale a 8 vezes a velocidade da luz, Warp 3 (33) equivale a 27 vezes a velocidade da luz, e assim por diante.
  2. Torpedo Fotônico: projétil armado com ogiva carregada com 1,5 kg de anti-matéria, liberando energia equivalente a aproximados 64 megatons.
  3. Phaser: arma energética similar ao laser. Dependendo de ajustes, seus efeitos podem variar desde o atordoamento de seres vivos até a completa vaporização de matéria.
  4. Romulanos: grupo de vulcanos que decidiu abraçar seus sentimentos e emoções mais violentas, repudiando a doutrina vulcana de supressão das emoções. Expulsos de Vulcan, fundaram colônia nos planetas Remo e Rômulo, formando um império militarista extremamente agressivo. 

Imagens